****************** Um blog dedicado ao meus alunos da Rede Pública e Privada de Ensino. ******************

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Assembléia do estado nesta quarta (3/08)

Assembléia do estado nesta quarta (3/08) decide rumos
 do movimento - 3,5% de reajuste não incide em valores
de 2012 a 2014

Os profissionais das escolas estaduais, em greve  57 dias (a greve começou em 7
de junho), realizam uma assembléiageral nesta quarta (03/08), a partir das 9hna
Fundição Progresso, na Lapa (Rua dos Arcos, 24, atrás do Circo Voador). A categoria
 vai discutir as propostas enviadas pelo governador Sergio Cabral à Assembleia
Legislativa (Alerj), entre elasum reajuste de 3,5% para os professores. Logo após a
assembleiaocorrerá um ato nas escadarias da Alerjàs 14h.

Entre as principais reivindicações da categoria está a incorporação imediata da
gratificação Nova Escolapois qualquerreajuste linear feito sem essa incorporação
total é uma antecipação menor disfarçadacomo ocorre agora com aproposta do
 governocomo os profissionais de educação terão pendentes parcelas da incorporação
 da gratificação NovaEscola até 2014, mesmo com os 3,5% propostos pelo governo e
 aplicados em 2011, os valores dos salários de 2012 a 2014 continuarão os mesmos
 de antes deste pequeno reajustecomo a própria tabela do governo mostra. Repare
 na tabela que o Sepe disponibiliza no site que o valor final do Nova Escola, em 2014,
no nível 3, por exemplo (e em todos osníveis), continua igual (R$ 954,11), mesmo
com o reajuste de 3,5% em 2011 - clique aqui para ver a tabela do Sepe, que também simula
 3,5% de reajuste no valor total do Nova Escola.

Como a tabela comprova, o reajuste de 3,5% incide apenas no salário de 2011 dos
 professores, já que os valores divulgados pelo governo dos salários de 2012 a 2014,
 quando terminaria a incorporação do Nova Escola, continuam osmesmo de antes do
 reajuste! Assim, o que o governo chama de "reajuste" em 2011 éna verdade, uma
 pequenaantecipação. Cabe ao governo do estado explicar melhor sua proposta.

Ontem (01/08), em reunião com a direção do Sepe, o presidente da Alerj, deputado
 Paulo Mello (PMDB), afirmou aos diretores do sindicato que "vai interceder
pessoalmente para melhorar a proposta de reajuste salarial de 3,5%". Antes da reunião
 com o Sepe, Mello recebeu das mãos do secretário de Educação Wilson Risolia e do
 secretário de Planejamento Sergio Rui as mensagens nº 34/2011 e nº 35/2011 do
governador, com as propostas relativas à educação para osdeputados discutirem e votarem.

A Mensagem nº 34 tem os seguintes itens: antecipa a parcela 2012 do Nova Escola para
 os professores, incorpora natotalidade a gratificação Nova Escola para os funcionários
 (retroativo a julho), reajusta em 3,5% os salários dosprofessores (pagamento em
setembro) e descongela o Plano de Carreira (Lei nº 1348) dos funcionários, passando
 o pisopara o salário mínimo. Já a mensagem 35 cria o cargo de Professor de 30 horas,
 já com a adaptação às regras federais (20 tempos em sala e 10 de estudo e planejamento).

A direção do Sepe, na reunião com Mello, deixou explícito o descontentamento com a
proposta do governo, muito aquém do que o Executivo pode implementar e menor do
 que a inflação do período.

As principais reivindicações da categoria são: reajuste emergencial de 26% e incorporação
 imediata da gratificação do Nova Escola (prevista para terminar somente em 2014).

Acréscimo: clique para ler (e ouvir) a entrevista da coordenadora geral do Sepe Beatriz
Lugão no Blog do jornalista Luis Carlos Azenha (TV Record).

http://www.seperj.org.br/ver_noticia.php?cod_noticia=2370

Nenhum comentário:

Postar um comentário