****************** Um blog dedicado ao meus alunos da Rede Pública e Privada de Ensino. ******************

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

v

Dilma e System of a Down (Syatem of a Dilma)

Em vídeo no aniversário, Lula exalta twitteiros contra a mídia tradicional

SEXTA-FEIRA, 28 DE OUTUBRO DE 2011
Partidos
 | 10:04

Em vídeo no aniversário, Lula exalta twitteiros contra a mídia tradicional

Compartilhe:Twitter
No seu aniversário de 66 anos, ontem, o ex-presidente Lula divulgou um vídeo em que exalta os twitteiros e diz que a informação em tempo real serve para evitar que a mídia tradicional tente “fazer a cabeça dos outros”.
Veja:
Fonte:

Grandes Livros - A Odisséia de Homero (DSC)


Grandes Livros - A Odisseia de Homero  Título Original: Great Books: The Odyssey
  Gênero: Documentário
  Ano de Lançamento: 1996
  Duração: 50 min
  País de Produção: EUA
  Produção: Discovery Channel
Sinopse:
Documentário da Série Great Books sobre um dos dois principais poemas épicos da Grécia Antiga, atribuídos a Homero. O poema está centrado principalmente no herói grego Odisseu (ou Ulisses, como era conhecido na mitologia romana) e sua longa viagem para casa depois da queda de Tróia. Odisseu leva dez anos para chegar à sua terra natal, Ítaca, depois da Guerra de Troia, que também havia durado dez anos. Os detalhes das antigas performances orais da Odisseia, e de sua conversão a uma obra escrita, continuam até hoje a inspirar debates entre os estudiosos. A obra foi escrita num dialeto poético, que não pertence a qualquer região definida, e abrange 12.110 versos no hexâmetro dactílico. Entre os elementos mais impressionantes do texto está a sua trama, surpreendentemente moderna em sua não-linearidade, e o fato de que os eventos mostrados dependem tanto das escolhas feitas por mulheres, criados e escravos quanto dos guerreiros. Em português, bem como em diversos outros idiomas, a palavra odisseia passou a se referir a qualquer viagem longa, especialmente se apresentar características épicas.

Dados do Arquivo:
Tamanho: 367 Mb
Formato: AVI
Qualidade: DVD Rip
Audio: Inglês
Legenda: Português (embutida)


Mais:

http://www.filmesepicos.com/2011/10/grandes-livros-odisseia-de-homero-dsc.html#more

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

VIDA DE PROFESSOR, NÃO É FÁCIL... Novas Pérolas

VIDA DE PROFESSOR, NÃO É FÁCIL...
   
http://www.naosalvo.com.br/vc/wp-content/uploads/2010/11/perolasdoenem2.jpg
 
http://www.naosalvo.com.br/vc/wp-content/uploads/2010/11/perolasdoenem1.jpg
 
http://www.naosalvo.com.br/vc/wp-content/uploads/2010/11/perolasdoenem3.jpg
 
cid:_2_07BC727407BC6F680050802C832577E5
 
cid:_2_07BC7AEC07BC77E00050802C832577E5
 
cid:_2_07BC836407BC80580050802C832577E5
 
cid:_2_07BC8BDC07BC88D00050802C832577E5
 
cid:_2_07BC945407BC91480050802C832577E5
 
cid:_2_07BC9CCC07BC99C00050802C832577E5
 
cid:_2_07BCA54407BCA2380050802C832577E5
 
 
cid:_2_07BCB0F407BCADE80050802C832577E5
 
cid:_2_07BCB96C07BCB6600050802C832577E5





 

Matemáticos revelam rede capitalista que domina o mundo


Economia| 25/10/2011 | Copyleft 

Matemáticos revelam rede capitalista que domina o mundo

Uma análise das relações entre 43.000 empresas transnacionais concluiu que um pequeno número delas - sobretudo bancos - tem um poder desproporcionalmente elevado sobre a economia global. A conclusão é de três pesquisadores da área de sistemas complexos do Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne, na Suíça. Este é o primeiro estudo que vai além das ideologias e identifica empiricamente essa rede de poder global.

Nota introdutória publicada por Ladislau Dowbor em sua página:

The Network of Global Corporate Control - S. Vitali, J. Glattfelder eS. Battistoni - Sept. 2011

Um estudo de grande importância, mostra pela primeira vez de forma tão abrangente como se estrutura o poder global das empresas transnacionais. Frente à crise mundial, este trabalho constitui uma grande ajuda, pois mostra a densidade das participações cruzadas entre as empresas, que permite que um núcleo muito pequeno (na ordem de centenas) exerça imenso controle. Por outro lado, os interesses estão tão entrelaçados que os desequilíbrios se propagam instantaneamente, representando risco sistêmico. 

Fica assim claro como se propagou (efeito dominó) a crise financeira, já que a maioria destas mega-empresas está na área da intermediação financeira. A visão do poder político das ETN (Empresas Trans-Nacionais) adquire também uma base muito mais firme, ao se constatar que na cadeia de empresas que controlam empresas que por sua vez controlam outras empresas, o que todos "sentimos" ao ver os comportamentos da mega-empresas torna-se cientificamente evidente. O artigo tem 9 páginas, e 25 de anexos metodológicos. Está disponível online gratuitamente, no sistemaarxiv.org 

Um excelente pequeno resumo das principais implicações pode ser encontrado no New Scientist de 22/10/2011 (e está publicado a seguir).


(*) O gráfico em forma de globo mostra as interconexões entre o grupo de 1.318 empresas transnacionais que formam o núcleo da economia mundial. O tamanho de cada ponto representa o tamanho da receita de cada uma

A rede capitalista que domina o mundo
Conforme os protestos contra o capitalismo se espalham pelo mundo, os manifestantes vão ganhando novos argumentos.

Uma análise das relações entre 43.000 empresas transnacionais concluiu que um pequeno número delas - sobretudo bancos - tem um poder desproporcionalmente elevado sobre a economia global.

A conclusão é de três pesquisadores da área de sistemas complexos do Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne, na Suíça

Este é o primeiro estudo que vai além das ideologias e identifica empiricamente essa rede de poder global.

"A realidade é complexa demais, nós temos que ir além dos dogmas, sejam eles das teorias da conspiração ou do livre mercado," afirmou James Glattfelder, um dos autores do trabalho. "Nossa análise é baseada na realidade."

Rede de controle econômico mundial
A análise usa a mesma matemática empregada há décadas para criar modelos dos sistemas naturais e para a construção de simuladores dos mais diversos tipos. Agora ela foi usada para estudar dados corporativos disponíveis mundialmente.

O resultado é um mapa que traça a rede de controle entre as grandes empresas transnacionais em nível global.

Estudos anteriores já haviam identificado que algumas poucas empresas controlam grandes porções da economia, mas esses estudos incluíam um número limitado de empresas e não levavam em conta os controles indiretos de propriedade, não podendo, portanto, ser usados para dizer como a rede de controle econômico poderia afetar a economia mundial - tornando-a mais ou menos instável, por exemplo.

O novo estudo pode falar sobre isso com a autoridade de quem analisou uma base de dados com 37 milhões de empresas e investidores.

A análise identificou 43.060 grandes empresas transnacionais e traçou as conexões de controle acionário entre elas, construindo um modelo de poder econômico em escala mundial.

Poder econômico mundial
Refinando ainda mais os dados, o modelo final revelou um núcleo central de 1.318 grandes empresas com laços com duas ou mais outras empresas - na média, cada uma delas tem 20 conexões com outras empresas.

Mais do que isso, embora este núcleo central de poder econômico concentre apenas 20% das receitas globais de venda, as 1.318 empresas em conjunto detêm a maioria das ações das principais empresas do mundo - as chamadas blue chips nos mercados de ações.

Em outras palavras, elas detêm um controle sobre a economia real que atinge 60% de todas as vendas realizadas no mundo todo.

E isso não é tudo.

Super-entidade econômica
Quando os cientistas desfizeram o emaranhado dessa rede de propriedades cruzadas, eles identificaram uma "super-entidade" de 147 empresas intimamente inter-relacionadas que controla 40% da riqueza total daquele primeiro núcleo central de 1.318 empresas.

"Na verdade, menos de 1% das companhias controla 40% da rede inteira," diz Glattfelder.

E a maioria delas são bancos.

Os pesquisadores afirmam em seu estudo que a concentração de poder em si não é boa e nem ruim, mas essa interconexão pode ser.

Como o mundo viu durante a crise de 2008, essas redes são muito instáveis: basta que um dos nós tenha um problema sério para que o problema se propague automaticamente por toda a rede, levando consigo a economia mundial como um todo.

Eles ponderam, contudo, que essa super-entidade pode não ser o resultado de uma conspiração - 147 empresas seria um número grande demais para sustentar um conluio qualquer.

A questão real, colocam eles, é saber se esse núcleo global de poder econômico pode exercer um poder político centralizado intencionalmente.

Eles suspeitam que as empresas podem até competir entre si no mercado, mas agem em conjunto no interesse comum - e um dos maiores interesses seria resistir a mudanças na própria rede.

As 50 primeiras das 147 empresas transnacionais super conectadas 

Barclays plc 
Capital Group Companies Inc 
FMR Corporation 
AXA 
State Street Corporation 
JP Morgan Chase & Co 
Legal & General Group plc 
Vanguard Group Inc 
UBS AG 
Merrill Lynch & Co Inc 
Wellington Management Co LLP 
Deutsche Bank AG 
Franklin Resources Inc 
Credit Suisse Group 
Walton Enterprises LLC 
Bank of New York Mellon Corp 
Natixis 
Goldman Sachs Group Inc 
T Rowe Price Group Inc 
Legg Mason Inc 
Morgan Stanley 
Mitsubishi UFJ Financial Group Inc 
Northern Trust Corporation 
Société Générale 
Bank of America Corporation 
Lloyds TSB Group plc 
Invesco plc 
Allianz SE 29. TIAA 
Old Mutual Public Limited Company 
Aviva plc 
Schroders plc 
Dodge & Cox 
Lehman Brothers Holdings Inc* 
Sun Life Financial Inc 
Standard Life plc 
CNCE 
Nomura Holdings Inc 
The Depository Trust Company 
Massachusetts Mutual Life Insurance 
ING Groep NV 
Brandes Investment Partners LP 
Unicredito Italiano SPA 
Deposit Insurance Corporation of Japan 
Vereniging Aegon 
BNP Paribas 
Affiliated Managers Group Inc 
Resona Holdings Inc 
Capital Group International Inc 
China Petrochemical Group Company




Fonte:



http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=18798&boletim_id=1038&componente_id=16627

Senado derrota Sarney e Collor e anula sigilo eterno de documentos


Política| 25/10/2011 | Copyleft 

Senado derrota Sarney e Collor e anula sigilo eterno de documentos

Plenário aprova Lei de Acesso à Informações restringindo a 50 anos tempo que documento público pode ser considerado 'ultrassecreto'. Sigilo eterno constava de projeto original do governo Lula, mas tinha sido barrado pelos deputados. Senado apoiou Câmara contra posição dos senadores-ex-presidentes José Sarney e Fernando Collor. Texto foi à sanção de Dilma Rousseff.

BRASÍLIA - O fim da possibilidade de um documento público ficar para sempre escondido da população só depende da presidenta Dilma Rousseff. Nesta terça-feira (25), o Senado aprovou o projeto de Lei de Acesso à Informação que limita a 50 anos o prazo máximo para que documentos considerados ultrassecretos permaneçam em sigilo. A matéria, que já foi considerada uma das principais provas de fogo de Dilma neste seu primeiro ano de governo, segue agora para sanção presidencial. 

A lei nasce de uma proposta do governo Lula de dar mais transparência a informações oficiais e facilitar o acesso das pessoas a elas, mas quem travou o sigilo eterno foram os deputados. 

O texto lulista permitia que um documento fosse classificado como “ultrassecretro” por infinitos perídos de 25 anos. A Câmara, porém, restringiu a renovação do sigilo por só uma vez. A proposta enfrentou oposição cerrada no Senado dos ex-presidentes da República José Sarney (PMDB-MA), hoje presidente da Casa, e Fernando Collor de Melo (PTB-AL), presidente da Comissão de Relações Exteriores. 

Por isso, a votação tinha colocado a presidenta em uma verdadeira “saia justa”: se opor ao seu próprio partido, o PT, que defende historicamente a abertura dos arquivos secretos brasileiros, ou ir contra o presidente do Congresso e membro do PMDB, partido de seu vice-presidente, Michel Temer e principal aliado do governo.

Collor de Melo, entretanto, tentou retomar o teor do projeto original do governo e arriscou uma última investida para impedir a ampla liberação das informações públicas. Como relator da matéria na última comissão a analisar o projeto antes do plenário – a comissão que ele próprio preside – apresentou parecer que previa a possibilidade de prorrogação infinita do sigilo.  

O parecer, também submetido à votação nesta terça-feira (25), foi rejeitado por 43 votos a nove. Até os principais partidos de oposição ao governo, PSDB e DEM, votaram contra o sigilo eterno. “O Senado optou por um projeto de lei que pode causar sérios danos ao país”, disse Collor. 

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que relatou a proposição na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), elogiou o relatório de Collor, mas ponderou que a o avanço do processo democrático já permite regras mais liberais. Para ele, 25 anos prorrogáveis por mais 25 são suficientes para se resguardar a segurança do Estado.

O senador Walter Pinheiro (PT-BA), também relator do projeto em uma das comissões, defendeu a aprovação da proposta da Câmara. “Não se trata de aprovar a busca a informações do passado ou criar embaraços para quem quer que seja. Permitir sigilo indefinido ou eterno não é prática salutar para a democracia brasileira”, afirmou. 

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-PA), que votou pelo PL oriundo da Câmara, afirmou que o projeto, ao lado do que institui a Comissão da Verdade (PLC 88/11 ), representa a conclusão do processo de transição democrática do país, iniciado em 1985, com a eleição do primeiro presidente civil.
Fonte: http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=18802&boletim_id=1038&componente_id=16632

O Guarani (1996)

O Guarani  Título Original: O Guarani
  Gênero: Drama | Romance
  Ano de Lançamento: 1996
  Duração: 91 min
  País de Produção: Brasil
  Diretor(a): Norma Bengell
Sinopse:
No Brasil do século XVII, o índio Peri e a filha dos nobres, Ceci, vivem um amor proibido, depois que o nativo salva a vida da moça. Peri ganha o direito de morar na casa do colonizador, Dom Antônio de Mariz, pai de Ceci. A possível harmonia é quebrada pelos conflitos entre os portugueses e a tribo dos Aimorés, além da traição de um ex-padre, que quer se apoderar da prata local. Em vários ataques, os aimorés minam a resistência dos colonos sitiados. Antes da destruição da fortaleza, porém, D.Antônio pede a Peri que salve Ceci. O guerreiro e sua amada fogem do palco dos conflitos. Como Adão e Eva, o nobre selvagem e a donzela branca começam a lançar as bases de uma nova civilização, no paraíso tropical.

Elenco:
Marcio Garcia ... Peri
Tatiana Issa ... Ceci
Glória Pires ... Isabel
Herson Capri ... Dom Antônio de Mariz
José de Abreu ... Loredano
Marco Ricca ... Álvaro
Imara Reis ... Laureana
Cláudio Mamberti ... Mestre Nunes
Tonico Pereira ... Aires
Mais:
http://www.filmesepicos.com/2011/10/o-guarani-1996.html#more

Jogo da Literatura!!!! Clique Aqui!!!




terça-feira, 25 de outubro de 2011

Gabarito do Enem 2011


2º Dia

Gabarito do Enem 2011 Segundo dia - Prova azul:


Gabarito Enem - Prova Azul


Gabarito do Enem 2011 Segundo dia - Prova amarela: 


Gabarito Enem - Prova Amarela


Gabarito do Enem 2011 Segundo dia - Prova cinza: 


Gabarito Enem - Prova Cinza


Gabarito do Enem 2011 Segundo dia - Prova rosa:  



Gabarito Enem - Prova Rosa








1º Dia

Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova azul (Anglo):



Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova azul


Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova amarela: 



Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova amarela


Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova rosa: 



Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova rosa


Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova branca:  




Gabarito do Enem 2011 - Primeiro dia - Prova branca

Cine Conhecimento

Cine Conhecimento


Posted: 23 Oct 2011 03:16 PM PDT

(Chile, Alemanha, Mexico, 2010, 98 min – Direção: Pablo Larraín)
No Chile, em 1973, durante os últimos dias da presidência de Salvador Allende, um funcionário do necrotério se apaixona por uma dançarina burlesca, que desaparece misteriosamente. Loucamente apaixonado e pertubado pela perda de sua potencial amante, Mario começa a sua busca frenética por Nancy.
Download

Avi – 843mb
   
Posted: 23 Oct 2011 02:57 PM PDT

(Brasil, 2009, 100 min – Direção: Branco Mello, Oscar Rodrigues Alves)
Os bastidores e a história da banda de rock Titãs, através de imagens gravadas dos anos 80 até os dias atuais.
Download
Servidor: TorrentAvi – 4GB
   
Posted: 23 Oct 2011 02:41 PM PDT

(EUA, 1990, 136 min – Direção:  Bob Rafelson)
 Em 1860, o capitão Richard Burton (Patrick Bergin) e seu colega John Speke (Iain Glen) realizam uma perigosa expedição: uma longa e acidentada jornada em busca da nascente do rio Nilo, em nome do Império Britânico da Rainha Victória. O filme mostra o primeiro encontro deles, o surgimento da amizade e seu fim após a jornada.
Download
Servidor: Torrent + LegendaAvi – 1,4GB
   
Posted: 23 Oct 2011 02:02 PM PDT
(EUA, 1934, 100 min – Direção: Cecil B. DeMille)
Um dos filmes mais opulentos e inteligentes que Cecil B. DeMille já dirigiu. Seu sucesso vem em grande parte da precisão histórica com que retratou a vida de Cleópatra (Claudette Colbert), a grande rainha egípcia que, para manter seu império, envolveu-se com dois imperadores romanos, Júlio César (Warren William) e Marco Antônio (Henry Wilcoxon). O filme narra a ascensão e o declínio de Cleópatra, e sua luta para defender o império das ambições políticas e territoriais de Roma, e seus relacionamentos com os dois homens mais poderosos da terra em sua época. Ela seduz ambos com o seu corpo perfeito e as promessas de riquezas. A Cleópatra interpretada por Claudette Colbert, personificou a beleza bíblica notável da rainha. Há muita história real nessa versão de DeMille, que assim consegue manter estes acontecimentos como se estivessem vivos até o presente. Uma trama sobre o poder e a traição. Produção belíssima e perfeita em cada detalhe.
Download

Avi – 1,46