****************** Um blog dedicado ao meus alunos da Rede Pública e Privada de Ensino. ******************

III – O Senso Comum e o Senso Crítico

III – O Senso Comum e o Senso Crítico

“Conhecer a verdade não é o mesmo que amá-la e amar a verdade não equivale a deleitar-se com ela”. Confúcio
Ao conseguir realizar os dois movimentos em busca do desenvolvimento da Atitude Crítica, podemos olhar para trás e refletir sobre o nosso senso de julgamento sobre todas as coisas. Grosso modo, podemos relacionar a palavra senso à direção, ao sentido que tomamos nas nossas decisões.
No caso do Senso Comum, tomando uma postura platônica, nossa direção aponta para decisões que se baseiam nos nossos cinco sentidos (paladar, olfato, visão, tato, audição). Podemos dizer que as pessoas de Senso Comum não se preocupam em buscar informações sobre os assuntos que estão a julgar. Preocupam-se apenas em proferir sentenças conclusivas, definitivas e que julgam ser irrefutáveis. Elas dizem: “A grande verdade é que...”.
Por outro lado, o Senso Crítico, vai partir do princípio do estudo do como conhecer (epistemologia), do uso da razão e, da capacidade de avaliar, julgar e discernir com equilíbrio. O crítico tem o seu pensamento ligado ao futuro ao que está por vir.
Eis um quadro resumido das qualificações que tratamos:



Fábio Souza Lima


EXERCÍCIOS PROPOSTOS
1. O que é um mito? Descreva sua utilidade.
2. Quem é responsável por disseminar essas histórias?
3. Certamente você já ouviu ou conhece alguma história envolvendo um deus grego. Descreva o por quê deste mito ter sido criado para aquela sociedade.
4. Agora, relacione o conhecimento sobre os mitos gregos que você tem às histórias fabulosas que contam aqui em nosso país. Pesquise uma lenda brasileira urbana ou não e descreva seu significado.
5. O que significa ser crítico?
6. Qual a relação existe entre a Atitude Crítica e a filosofia?
7. Marque apenas uma opção. São características do Senso Crítico:
(a)   Pensamento ligado ao passado, Pensamento transformador, Idéias constituídas.
(b)  Pensamento pessoal, Pensamento individual, Idéias constituídas.
(c)   Pensamento confiante, Pensamento ativo, Pensamento crítico.
(d)  Pensamento desconfiado, Pensamento pessoal, Pensamento ligado a futuro.
(e)   Pensamento confiante, Pensamento de grupo e Pensamento Ligado ao Passado.

8. Marque apenas uma opção. São características do Senso Comum:
(a)         Pensamento ligado ao passado, Pensamento transformador, Idéias constituídas.
(b)        Pensamento pessoal, Pensamento individual, Idéias constituídas.
(c)         Pensamento confiante, Pensamento ativo, Pensamento crítico.
(d)        Pensamento desconfiado, Pensamento pessoal, Pensamento ligado a futuro.
(e)         Pensamento confiante, Pensamento de grupo e Pensamento Ligado ao Passado.

9. Diferencie o Senso Comum e o Senso Crítico.


GABARITO
1. Solução: O mito é uma história fantástica, que busca contar, de forma não necessariamente lógica, o princípio de alguma coisa. Ele sempre envolve personagens com super-poderes. São titãs, deuses, semideuses e heróis onde através de seus conflitos, devemos entender o porquê das coisas serem como são.
2. Solução:Na antiguidade existiam os poetas-rapsodo e aedo, homens considerados como enviados dos deuses para contar os mythos, as verdades incontestáveis, supremas. Sua palavra, portanto, tinha o poder e o status de absoluto, de ser a verdade.
3. Solução: Caso o aluno seja pouco versado em mitos, existe aqui uma necessidade de pesquisa. Contudo, qualquer história poderia ser usada, desde que bem interpretada. Por exemplo, o aluno poderia citar o mito de origem do mundo como conhecemos hoje, onde Zeus e seu pai, Cronos lutam pelo comando do universo. A luta entre essas entidades é usada como mito para explicar a origem do planeta Terra, dos homens e dos demais animais.
4. Solução: O aluno pode discorrer sobre lendas como as do Boto, típica do norte do país. Pode também contar histórias que envolvam personagens literários como o Saci ou o Curupira. Pode ainda, relatar uma lenda urbana, desde que descreva o porquê da história.
5. Solução: Ser crítico significa separar um objeto de estudo em partes para poder entendê-lo. Trata-se de ir até a raiz do problema para analisá-lo melhor.
6. A atitude Crítica é parte intrínseca da filosofia, pois para buscar o saber, o indivíduo deve estar disposto em negar os conhecimentos que ele tem como estabelecidos (movimento negativo) e se fazer as perguntas necessárias que podem conduzi-lo a novos saberes (movimento positivo).
7. Solução: D
8. Solução: E

9. Solução: A principal diferença entre os sensos comum e crítico é a postura diante de um conhecimento novo. O senso comum normalmente se retrai, diz que nunca ouviu falar em tal coisa e rejeita-a. Desta forma, caracteriza-se como conservador, ligado ao passado e sem reflexão, tendo, portanto, o instinto animal como força motora. O senso crítico está ligado ao futuro. É rebelde por natureza; transformador e inquieto. As pessoas de senso crítico tem o pensamento ativo e costumam contestar os conhecimento que lhes são exibidos, utilizando-se de argumentos.


Fábio Souza Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário