****************** Um blog dedicado ao meus alunos da Rede Pública e Privada de Ensino. ******************

Resenha de A Historiografia da Educação na Encruzilhada, de Zaia Brandão, 1998

BRANDÃO, Zaia. A Historiografia da Educação na Encruzilhada. In: SAVIANI, D.; LOMBARDI, J.; SANFELICE, J. (Org.) História e História da Educação. O debate teórico-metodológico atual. São Paulo: Autores Associados, 1998.

Segundo Zaia Brandão, a educação é uma prática social. Pois a prática educacional baseia-se nas práticas de outros profissionais, como os historiadores, os sociólogos, os psicólogos, entre outros. Não existe uma ciência própria, mas, pelo contrário, a educação apropria-se de tais diferentes perspectivas e então produz o seu saber. Trata-se, portanto, de um esforço para tentar marcar o perímetro do que seria o campo da educação, sem, contudo, erigir muros que possam impedir o franco relacionamento nos pontos de intersecção entre as áreas de saber acadêmicos. Esse, segundo o que podemos perceber no texto de Zaia é o próprio ethos da Educação.
Na realização deste trabalho, Zaia Brandão trás em seus estudos, um exemplo de construção de uma hipótese que não conseguiu se sustentar durante o seu trabalho de pesquisa. A pesquisadora poderia então “fechar os olhos” para a argumentação de um de seus entrevistados que derrubava o seu trabalho. Poderia também relativizar a entrevista que havia realizado e tentar enfrentar as palavras gravadas com uma contra argumentação possível de sustentar a entrega e publicação de seus escritos, mas Zaia decidiu pelo mais difícil – e também mais ético: reiniciar a pesquisa, levantar novas hipóteses, estuda-las e desenvolver novos argumentos que possam sustenta-los.

Em tempo, o texto de Brandão trás as ideias de pesquisa em educação e pesquisa para a educação. Entendemos que a pesquisa para educação tem características de ser ‘desinteressada’, sem um viés pragmático, sem uma preocupação de intervenção ou envolvimento necessário com os problemas do campo. Por outro lado, a pesquisa para a educação, seguindo o perfil de Anísio Teixeira, cujo olhar pragmático mostra-se evidente, deve ser com uma proposta de envolver-se com os problemas da educação, com a proposta de intervenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário